ÁFRICA


ÁFRICA
Nas savanas poeirentas da infância,
correm os ventos agrestes da memória.
Cavalgando o seu dorso, chegam-me
cores, sons, neblinas, aromas.
E a minha pele agita-se, dilacera-se
em rasgos profundos. Vejo…
Povos negros, caminhando,
cruzando-se, em rumos incertos.
A vida e a morte espreitam,
em cada momento fugidio.
Mas África, minha mãe,
espera serena, paciente,
um tempo novo.

Henrique Faria

É, é assim, sempre que avisto o Tejo....


É, é assim, sempre que avisto o Tejo, não sei, há um batel de nostalgia que se acosta a mim e só a muito custo me desampara. E se lhe soltar as amarras leva-me, perdido, feito Nau Catrineta, pelos sulcos ( agora ) doridos do Atlântico e larga-me pela certa, numa das praias da África Ocidental Portuguesa ( não me recrimines, deixa-me dizer assim. Sabe-me bem, sabes?). E, estranho, esse desconsolo, essa melancolia agasalha-me a alma.
Manuel Sampaio

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Chico Valadas

Olá amigos cubalenses,
A partir de hoje estou a vosso inteiro dispor para quem quiser mandar mensagens através deste novo e-mail: chicovaladas@hotmail.com
Aproveito para homenagear o nosso amigo Ruca Gonçalves pelo desempenho que tem mostrado no decorrer de cada ano, em prol da nossa comunidade cubalense.
Abraços,
Chico Valadas

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Canduxa

Olá Ruca!
Sou a "Canduxa", sobrinha da D. Candida e do Sr. Adélio Riobom, estou tão feliz por ter encontrado este vosso blog, por mero acaso.
A minha querida Miló como fiquei feliz de a ver no Cubal, que saudades Miló!
Foram só 3 anitos que estive no Cubal, embora pouco tempo, aquela terra marcou-me positivamente para sempre. Aos meus colegas do tempo do liceu, um beijo cheio de saudades.
Ao Ruca, parabéns pelo teu blog.
*******
Olá Amiga Canduxa,
Ainda bem que encontraste o caminho virtual para a nossa Terra! Sê bem vinda e participa sempre.
Obrigado pelas tua palavras simpáticas.
Saudações cubalenses
Ruca

Mais fotos do Encontro em Mira

Ai vão mais fotos peço desculpa mas só agora é que tive um tempinho!
Obrigado
Luis Benites de Sousa
*************************************************
O Luís, envia-nos mais fotos sobre o Encontro em Mira deste ano. Convido a todos uma passagem pelo nosso album colectivo . Basta clicarem aqui

ou neste endereço http://picasaweb.google.pt/Cubal.Ruca

abraço e obrigado
Ruca

Bom Natal por Orlando Castro

de Orlando Castro (JN/djn) <ocastro@....pt>
para Alcides Sakala <alcs48@.......com>
cc: cubal.ruca@gmail.com
data 24 de Dezembro de 2008

Assunto: Bom Natal

Os inimigos colocam pedras no nosso caminho. Os que se dizem amigos estendem-nos a mão quando nelas tropeçamos. Os verdadeiros amigos retiram as pedras antes de passarmos. Tenho tropeçado em muitas. Mas acredito que se não fossem os verdadeiros amigos tropeçaria muitas, mas muitas, mais vezes. Aos inimigos (porque sem eles eu não saberia quem são os amigos), aos que se dizem amigos (porque lá vão estendendo a mão, às vezes com visível custo) e aos verdadeiros amigos (porque, apesar de poucos, são preciosos) desejo em bom Natal (na proporção que cada um deles merece).
Orlando Castro
Jornalista (CP 925) Telef. 222096260 (Directo JN) Telem. 919450925
Não se é Jornalista sete horas por dia. É-se Jornalista 24 horas por dia

Feliz Natal aos Cubalenses

Caro Ruca,
Nesta época Natalícia não posso esquecer todos os Cubalenses, desejando um Feliz Natal e um Novo Ano cheio de prosperidade,são os meus votos.
Um forte abraço para toda a família Cubalense
Angelo Sequeira

Feliz Natal aos Cubalenses e amigos.

Para todos os amigos, os conhecidos e para todos os cubalenses, aqui deixamos registrado os nossos sinceros votos de um Natal de muita paz , muita Saúde e muito Amor. Que o Novo Ano que se aproxima, a todos traga muitas Prosperidades!
Um forte abraço da família Bibito Guerra

Viagem ao Cubal programada para Fevereiro 09 - Meno Fontoura

Olá Ruca,

Eu vou a Angola todo o mês de Fevereiro.

Gostaria de fazer o convite a todos os cubalenses e amigos do Cubal que desejarem que faça fotos de alguma casa ou lugar, que tomem contacto comigo

  • Meu telef:004178 740 39 94
  • 0033450 43 17 57 (deixem mensagem se eu não estiver)
  • Fax: 0033450 43 17 57

Um abração para ti Ruca, e outro para cada um de todos os angolanos.

Meno Fontoura

Querem ver a chegada ao Cubal via CFB? Cliquem na imagem abaixo.



Este filme da RTP, foi de onde retirei algumas imagens que estão no nosso blog. Convido-vos a fazer uma pequena viagem, que muitas saudades vos trarão...
Uma pequenina prenda neste Natal.
NB: O filme foi efectuado em 2003-04
Abraços
ruca

Carta ao Pai Natal- por Boss AC




Olá Pai Natal
É a primeira vez que escrevo para ti
Venho de Lisboa e o pessoal chama-me AC
Desculpa o atrevimento mas tenho alguns pedidos
Espero que não fiquem nalguma prateleira esquecidos
Como nunca te pedi nada
Peço tudo duma vez e fica a conversa despachada
Talvez aches os pedidos meio extravagantes
Queria que pusesses juízo na cabeça destes governantes
Tira-lhes as armas e a vontade da guerra
É que se não acabamos a pedir-te uma nova Terra
Ao sem-abrigo indigente, dá-lhe uma vida decente
E arranja-lhe trabalho em vez de mais uma sopa quente
E ao pobre coitado, e ao desempregado
Arranja-lhe um emprego em que ele não se sinta explorado
E ao soldado, manda-o de volta para junto da mulher
Acredita que é isso que ele quer
Vai ver África de perto, não vejas pelos jornais
Dá de comer ás crianças ergue escolas e hospitais
Cura as doenças e distribui vacinas
Dá carrinhos aos meninos e bonecas ás meninas
E dá-lhes paz e alegria
Ao idoso sozinho em casa, arranja-lhe boa companhia
Já sei que só ofereces aos meninos bem comportados
Mas alguns portam-se mal e dás condomínios fechados
Jactos privados, carros topo de gama importados
Grandes ordenados, apagas pecados a culpados
Desculpa o pouco entusiasmo, não me leves a mal
Não percebo como é que isto se tornou um feriado comercial
Parece que é desculpa para um ano de costas voltadas
E a única coisa que interessa é se as prendas tão compradas
E quando passa o Natal, dás á sola?
Há quem diga que tu não existes, quem te inventou foi a Coca-Cola
Não te preocupes, que eu não digo a ninguém
Se és Pai Natal é porque és pai de alguém
Para mim Natal é a qualquer hora, basta querer
Gosto de dar e não preciso de pretextos para oferecer
E já agora para acabar, sem querer abusar
Dá-nos Paz e Amor e nem é preciso embrulhar
Muita Felicidade, saúde acima de tudo
Se puderes dá-nos boas notas com pouco estudo
Desculpa o incómodo e continua com as tuas prendas
Feliz Natal para ti e já agora baixa as rendas

Boss AC
Carta Ao Pai Natal

Boas Festas

Lindo Ruca!
Acompanho quase todos os dias o teu site q adoro, mais uma vez parabéns, encontrei e revivi amigos de 35 anos... adorei é delicioso continua com o teu trabalho lindo...
PARABÉNS
Para ti e família E TODOS CUBALENSES UM FELIZ NATAL
Elizabeth Ribeiro

Boas Festas

Desejo a todos os Cubalenses
Um Feliz Natal e Próspero Ano 2009
Mimi Fraga

Divulgação Reveillon - Carlos Botto

Caros amigos, como prometi cá estou para vos dar conhecimento do nosso REVEILLON 2008. A organização é nossa gente "ACÁCIAS RUBRAS".Aqui vai toda a informação necessária para que possam inscrever-se. Ainda não conheço a quinta, mas pelo que me contaram é a maneira!
Abrç. Botto1º GRANDE REVEILLON 08/09
ORGANIZADO PELA ASSOCIAÇÃO DOS NATURAIS AMIGOS DA PROVINCIA DE BENGUELA DENOMINADA ACÁCIAS RUBRAS EM PORTUGAL.
COM A PARTICIPAÇÃO ESPECIAL DOS ARTISTAS CONVIDADOS BOTTO E ZÉ MORAIS DO ÁFRICA TENTAÇÃO.
Juntem-se a nós e vão passando a palavra a outros amigos da Província de Benguela, vamos começar já a fazer a chamada bola de neve (Benguela, Baia Farta, Lobito, Catumbela, Cubal, Ganda e a todas as outras povoações pertencentes a esta nossa querida e bonita Província de Benguela).
ESTAMOS TODOS NÓS A CONTAR SER PELA PRIMEIRA VEZ REALIZADA EM PORTUGAL UMA NOITE E UMA MADRUGADA MEMORÁVEIS QUE TU NUNCA MAIS VAIS ESQUECER!

Histórias da família cubalense - Por Fernando Marta

O Fernando Marta, presenteia-nos com estas fabulosas histórias da família cubalense, tendo sido inseridas directamente pelo Fernando, no nosso Livro de Visitas e que aqui reproduzimos. Para quem ainda lá não foi, convido a fazer visita e participação clicando aqui

*********
Pedro Jorge, Mimi e Ruca
Do Dr. Largo, quem não se lembra?Foi meu professor de Física, Química e creio que também de Matemática. Era um crânio e um doce de pessoa.Foi pena sermos tão jovens e inconscientes e não aproveitarmos (falo por mim) todo manancial de informação e conhecimento que aquele homem, apesar da sua gaguez, nos transmitia, ultrapassando esta limitação escrevendo tudo o que dizia, no quadro, com uma incrível rapidez.Uma vez por outra quando a aula estava, o que era raro, mais monótona, pedíamos ao Dr. Largo, alegando uma hipotética indisposição, para sair. De imediato consentia dando-nos autorização para irmos ao hospital. Aproveitávamos então esse tempo, para em poucos minutos, nos deslocarmos de bicicleta, normalmente eu e o Campanhã, ao Colégio (Eça), a fim de vermos as “miúdas” que, naquele momento, à janela da sala de aulas, que algum tempo antes também tinha sido minha, desfrutavam do merecido intervalo, nem sempre coincidente com o da Escola, onde já havia um intervalo qualquer com cerca de 20 minutos, a permitir-nos mais uma passagem pelo colégio.Nem sempre estas viagens corriam pelo melhor, houve uma vez, que ao dar a curva, ali no cruzamento da
Singer, virando para o Tipóia, com as miúdas a assistir de camarote da tal janela, a velocidade era tal, que dei um malhanço, que me levou a ter mesmo que passar pelo hospital e, logicamente, de enfrentar o Sr. Tomé a quem dávamos, para justificar as quedas com a consequente ausência de pele em vária partes do corpo, a eterna desculpa do cão, “aquele malfadado cão que se atravessava sempre e na pior altura na nossa frente”, para suavizar a “coisa” com medo de levar algum tratamento de choque (uma generosa dose de tintura ou outra coisa qualquer que mais parecia o inferno em contacto com a pele ou com a parte donde esta se tinha ausentado), acrescido de um raspanete, que era o que mais se adivinhava naquele homem de aspecto “franzino, pequeno e delicado” e que afinal nos tratava como se fossemos seus filhos (só não nos dava, graças a Deus, uns merecidos cascudos).Nas minha idas ao hospital que não foram muitas, mas não foram tão poucas assim, o senhor Tomé (que Deus tenha em descanso), nosso amigo, fazia questão de, e sempre que lhe era possível, ser ele a tratar-nos (o que na altura não representava lá um grande alívio…), demonstrando dessa forma, o carinho e a amizade que na verdade sentia por nós, e o seu inegável profissionalismo.Lembrei-me agora daquela vez que fui com o Zé Silveira, ao hospital, para este arrancar um dente… Quem nos aparece para cumprir essa delicada operação? O senhor Tomé que amavelmente me permitiu a entrada para assistir à penosa intervenção, a pedido do Silveira, que me tinha mostrado, enquanto nos dirigíamos para o hospital o indesejado dente, abanando-o com a língua.O Silveira lá se sentou na cadeira de dentista existente no hospital, e mal o Sr. Tomé lhe diz para abrir a boca, ele abre-a realmente mas para começar a chorar e logo de seguida entre dentes, pois de imediato os cerrou.Aí, eu como amigo do Silveira e custando-me tanto ver todo aquele sofrimento disse ao senhor Tomé que pacientemente aguardava o acesso ao condenado dente.- Ó senhor Tomé o dente já abana… e muito! Ai é! E agarrando com a mão esquerda a cabeça do pobre do Silveira que agora berrava que nem um condenado, possibilitando assim, com o alicate que segurava na direita, a extracção, num abrir e fechar de olhos, do motivo de tanta angústia.Creio que o Zé ficou um pouco zangado comigo, coisa que depressa passou, mal nos apanhámos fora do hospital e do alcance do senhor Tomé.Mas, estava aqui eu a falar do Dr. Largo e desviei-me desse objectivo, falando de alguém que recordo, também e com muito carinho…o Sr. Tomé, enfermeiro do hospital do Cubal, para mim e creio que para muita gente, visto como o enfermeiro do Cubal, qual dono do hospital…

Voltando então ao Dr. Largo que vi pela última vez pelo verão, em 76 ou 77 em Vila Real, perto da estação, imaginem, com uma melancia debaixo do braço…Chamei-o de longe, até para tirar dúvidas, pois já não o via há já alguns anos, ele olhou-me, aponta-me dedo e diz:- Do Luso ou do Cubal!E eu lá respondo:- Do Cubal Sr. Doutor, do Cubal!- Ah! O Cubal... gostei muito do Cubal… as feijoadas… o Hotel Rodrigues…O Abreu…Dava naquele ano aulas em Bragança, onde também gostava muito de estar.O Dr. Largo além de um grande professor era, aparentemente uma pessoa muito calma, mas quando lhe chegava a mostarda ao nariz…Lembram-se daquela aula em que sem motivo aparente desata aos murros à secretária e manda uma cadeira até ao fundo da sala, arremessada por cima das nossas cabeças?Foi o evacuar de uma sala, mais rápido que assisti até hoje, num abrir e fechar de olhos o Dr. Largo ficou só, mais a sua fúria...Após aquela saída algo confusa, de imediato entrámos na sala e evitámos que o furioso Doutor mandasse mais cadeiras pelo ar, tarefa nada fácil pois o homem, na sua inexplicável fúria e força, conseguia levantar bem alto a cadeira que tinha em mãos, com dois ou três alunos nela dependurados...O senhor gritava qualquer coisa que de início não entendíamos. Após apurarmos o ouvido conseguimos entender:“Eu quero ser Livre! O filho da “pi” do Salazar, que vá p’ “pi” que o pariu! Quero é ser livre! E o “cabr..” do Director, que é que ele quer? Que vá à M…! Vão todos à M…! Que é que eles querem? Eu quero é ser livre!”Após uns intermináveis minutos, pois estávamos preocupados com o que pudesse acontecer ao professor, e este sem se calar e sem parar de insultar uns e outros, o homem lá acalmou e então, mais sereno, contou-nos o motivo de tamanha revolta. Tinha recebido um convite ou algo do género para leccionar numa Faculdade qualquer da Universidade de Luanda, o que, caso aceitasse, lhe tiraria a possibilidade de, ano sim ano não, conforme a sua vontade, concorrer para o Luso, onde também se comia muito bem, para o Cubal, ou para outra localidade qualquer, ou para onde muito bem lhe apetecesse. Foi a primeira vez que vi alguém tão furioso e só por vislumbrar a hipótese de porem em causa a sua Liberdade…e isto em Angola, entre 1970 e 1972…Que grande professor, isto muito sinceramente, terão perdido os estudantes do Ensino Superior…

Para terminar...Já me esquecia da cena mais hilariante e constrangedora a que terei assistido eu, e a esposa do Dr. Quadrado, farmacêutico, que era professora de música na Escola e também minha professora, amiga e vizinha, e que morava quase em frente à casa onde eu vivia no Cubal. Certo dia, indo do Liceu, ou do edifício em que este funcionou ou funcionava na altura e que também era o Mercado Municipal, ia à minha frente, a poucos metros, a professora de música. Deparámos, de repente, com o Dr. Largo fazendo o seu xixi meio encostado a uma árvore que por ali havia, a já poucos metros do edifício onde tinham aulas os alunos do Curso Geral do Comércio e onde funcionava também, no primeiro andar, a Secretaria da Escola, trabalhando lá a Palmira, filha daquela professora. A senhora ao ver o Doutor naquele preparo, a tão curta distância, atrapalhada, saúda-o, dando-lhe os bons-dias. O nosso querido professor, que como todos sabem, era gago, e bastante, vira-se, continuando a verter águas, e responde:- Mmumu….muu…muito bom dia!…mm…mii…minha senhora!Saudação efectuada, vira-se de novo para a árvore, mais uns segundos de alívio, uma rápida sacudidela… operação concluída. Lá vai o nosso homem, decidido, aliviado, e com um enorme vestígio de pingas mal contidas ou sacudidas, na parte da frente das calças, fazer aquilo de que realmente gostava…leccionar! E, em Liberdade!Agora imaginem a atrapalhação da senhora…E eu?!
Para todos um grande abraço.
Fernando Marta Neves

Dói-me o tempo


Dói-me o tempo estéril
Dos abraços que não demos
Dos beijos apenas prometidos
E do amor que seria eterno

Dói-me de nós
O fogo em que ardemos
Sem afecto

Náufragos sob o mesmo tecto
Na avidez da sede
Partilhada

Estátuas de carne
Mudas
Na expectação da febre




***************
O post de hoje é um poema do nosso amigo Edgardo Xavier, que escolhi do seu Livro "Amor despenteado"...
cheio de significado!
Um abraço ao Edgardo, extensivo a toda família Xavier.
Ruca

Para descontrair.. o que há de bom por aqui Portugal! MARIZA ...FABULOSO!



"GENTE DA MINHA TERRA"
CLIQUEM EM CIMA E SINTAM O ARREPIO

Mais fotos do Encontro em Mira

O Luís Benites de Sousa, envia-nos mais testemunhos do Encontro dos ex-Estudantes do Cubal que se realizou em Mira.
Estão todas aqui. É só clicar.

Obrigado Luís. Aparece sempre . Um abraço

Cuidado com as mensagens de correio electrónico na altura do Natal

Durante esta altura do ano são frequentes as trocas de mensagens de correio electrónico fazendo alusão ao Natal e ao Ano Novo. Exemplos disso são os famosos "Postais de Natal" ou as mensagens a desejar um "Próspero Ano Novo".
Aproveitando o facto da maioria das pessoas estarem sugestionadas para a recepção desse tipo de mensagens, indivíduos mal intencionados enviam frequentemente mensagens que, embora parecidas, não são mais do que engodos, associando muitas vezes as mesmas ao envio de phishing e malware.
O phishing visa roubar dados pessoais através de mensagens que conduzem o utilizador a sites falsos, cópias fiéis daqueles a que acede habitualmente, solicitando a introdução de dados confidenciais.
O malware (software malicioso sob a forma de: vírus, trojans, spyware ou adware) utiliza igualmente manobras de disfarce da origem das mensagens, fazendo crer que estas são legítimas. No entanto, se visualizadas as mensagens e executados os seus conteúdos, o controlo do seu computador e da informação nele residente, poderá ficar disponível para terceiros mal intencionados.
Assim, e como o perigo continuará à espreita nas caixas de correio electrónico de cada um, alertarta-se para o facto de muitas das mensagens (supostamente inocentes) que circulam nesta altura do ano poderem conter vírus (ou outro qualquer software malicioso), aproveitando a circunstância de os utilizadores se encontrarem mais susceptíveis a abrir, sem prevenção, qualquer mensagem recebida.
Desta forma aconselha-se a manter-se vigilante, tomando alguns cuidados de que se salienta:
Analise as mensagens de correio electrónico que recebe antes de abrir, confirmando sempre a origem e o assunto da mesma;
Evite seguir links para sites externos, bem como, abrir ficheiros executáveis (.exe);
Nunca faculte informação ou elementos de caracter pessoal como resposta a um email;
Ao aceder a páginas de acesso confidencial, confirme o endereço e certifique-se que está num ambiente seguro (https:// + cadeado);
Instale (caso ainda não o tenha feito) um software antivírus e efectue regularmente as actualizações do mesmo.
abraço
Ruca

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Padre Reinaldo

Sou o Padre Reinaldo, nascido nesta querida terra do Cubal que gostaria de, em nome do desenvolvimento dos povos, dizer que é preciso tomarmos consciencia que também fazemos parte do planeta. Por isso, incentivar desenvolvimento no Cubal é próprio da aventura dos humanos. Os homens e as mulheres do Cubal são chamados a entrar no mundo da globalização sem complexos. Os cubalenses devem fazer da terra de origem uma bandeira de orgulho para o mundo.
***********
Caro Sr. Padre Reinaldo.
Será uma honra e um privilégio contar consigo em futuras visitas ao nosso Cubal virtual.
Este é um local de amigos e pessoas de bem, que amam um local que os viu nascer ou acolheu em determinado momento.
Aquilo que refere no último paragrafo, é um dos objectivos principais do nosso blog.
Seja bem vindo! Como cubalense, considere este local seu também.
Saudações cubalenses
Ruca

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Cruz Clarimundo

Aqui envio algumas fotos da Fazenda Fernando Alberto onde nasci e nunca me esquecerei deste lugar maravilhoso. Meus pais aqui trabalharam.
Cruz Clarimundo

Testemunhos cubalenses - Pedro Jorge

Olá Amigo Ruca
Nas minhas habituais visitas ao Blog, fico sempre mais satisfeito, dando como positivo o tempo que ali passo, recordando através de fotografias ou peças escritas, testemunhos vividos por uma comunidade de várias gerações, cujos progenitores escolheram para a realização dos seus sonhos, uma Terra com o nome de Cubal, com a força do seu crer e do seu trabalho, desbravaram terra virgem, criaram riqueza ergueram uma Vila que com o desenvolvimento e o progresso, imprimido pelos seus empreendedores, veio crescendo e, mais tarde foi promovida à categoria de cidade. Cubal uma bonita cidade que conheci ainda menina, pois tinha recebido a promoção, havia um ano ou pouco mais, fui parar naquela cidade, não para me fixar à semelhança dos seus habitantes, mas por motivo da Guerra Colonial que atingiu toda a antiga (Colónia de Angola), eu vinha do Leste e aí a guerra era dura não havia tréguas.Porém ali não havia guerra, vivia-se em Paz, com as devidas precauções.Era uma cidade de gente laboriosa, no comércio em serviços e indústria, tinha grandes plantações de sisal e algodão nas fazendas no exterior mas a pouca distancia da cidade, o que representava algo de mais valia na economia local e da colónia, reflectindo-se no País.ao tempo, 1969, surpreendeu-me o elevado número de estudantes que frequentavam as escolas, o associativismo era uma componente com posição de relevo, lembro-me dos desportos que se praticavam com boas instalações, com pessoas dinâmicas à cabeça das organizações, vi nascer o Poli-Desportivo do Recreativo do Cubal, a cidade tinha duas Estações de Rádio, Hospital, Tribunal, Câmara Municipal, Aeródromo e o Caminho de Ferro, que era também um pólo de desenvolvimento significativo para a cidade, aos fins de semana as pessoas juntavam-se em convívio, davam muita vida ás Colectividades.Foi assim que eu vi o Cubal, uma cidade na qual funcionavam os vários sectores da vida de uma cidade, sem diferenças das cidades pequenas ou Vilas da Metrópole. Ali encontrei pessoas maravilhosas, com uma forma de estar na vida muito diferente das pessoas da Metrópole, havia um convívio aberto, nos bailes a nossa integração foi imediata a gente jovem tiveram para connosco uma atitude de amizade que ainda hoje recordo com saudade, e não vou mentir, mas devo confessar que á chegada a Lisboa a poucas horas de sair do Barco, á parte da saudade de abraçar os meus familiares, não senti aquele entusiasmo do regresso.Para trás ficavam pessoas e uma vida diferente.Por isso, apesar de ter vivido intensamente os tempos da Revolução e, poder viver em Liberdade, foi muito duro, ver o desenrolar dos acontecimentos, que vos atirou para fora das vossas casas, e o quanto foi difícil reiniciar nova vida, e até sair do País para recomeçar, nunca aceitei o termo Retornados, razão que me leva a ter uma amizade especial aos Cubalenses.Um abraço Ruca.

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Angelo Sequeira

Olá Ruca,
Parabéns pelo blog,
Sou Angelo Sequeira, moro em Bruxelas e como tantos outros fui aluno do colégio Eça de Queirós onde tive como colegas entre outros o Formiga, Arsemiro, Ilda, Any, Abrantes, Marta, Isabel,Celeste Mata, Dadinho (golias), Tozé Monteiro (com quem estou todos os anos),Alexandre Perfeito, Fontoura, Natividade, Adolfo, Arménio (que ia cortar os bambus para a D.Cecilia).Tive também como colegas no liceu, Zezau, Cristina, Tozé que está em Viseu, Salinas o meu irmão Alfredo, Laranjeira entre outros.
Um grande abraço.
Angelo Sequeira

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Nelson Seixas

Ruca,
Meu pai foi camionista e comerciante no Cubal Januário Seixas e seu irmão Alfredo Seixas.
Nasci nas plantações de sisal do rio Coporolo, meu avô um alemão que viveu em Angola 51 anos (George Vogel ,já falecido).
Moro no Rio de Janeiro.
Gostaria de ter notícias dos meus amigos do Colégio Eça De Queiroz,em especial a Elisa Ivens.
Estive em Luanda em 2007 a trabalho, mas não cheguei a ir ao nosso Cubal.
Obrigado pela oportunidade que você nos dá de matarmos a saudade de nossa terra,parabéns pelo blog.

BPC vai expandir rede aos municípios de Benguela

03-12-2008 18:42
BPC vai expandir rede aos municípios de Benguela
Cubal - O Banco de Poupança e Crédito (BPC) vai, até ao ano 2010, abrir dependências nos nove municípios da província de Benguela, no quadro da expansão da rede e serviços daquela instituição financeira às várias circunscrições administrativas do país. O presidente do Conselho de Administração do BPC, Paixão Júnior, fez estas considerações terça-feira, no município do Cubal, 171 quilómetros da cidade de Benguela, durante a inauguração do mais novo balcão daquela instituição. De acordo com Paixão Júnior a expansão dos balcões do BPC enquadra-se no programa de melhoramento dos seus serviços e aproximação com as comunidades. Segundo o presidente, em Janeiro do próximo ano será inaugurado o balcão do BPC no município do Bocoio, seguindo da construção das dependências nas localidades do Balombo, Caimbambo e Ganda, e no prazo de dois anos atingir a região do Chongoroi. Avançou que uma outra inovação do sector reside na construção de “Balcões Multi-caixas”, com três a cinco áreas de atendimento, em várias localidades das cidades do país, para descongestionar os bancos. A inauguração do balcão do BPC no município do Cubal (Benguela) foi feito pelo governador de Benguela, Armando da Cruz Neto.
Durante a sua estada no Cubal, o governador visitará o projecto de agricultura junto à barragem do Dungo, a central de captação e tratamento de água, as obras sobre a ponte do rio Cubal, as obras de reabilitação do caminhos de ferro e outras infra-estruturas socio-económicas, assim como a 31º brigada das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Quem tem algum testemunho da equipa dos Juniores do C.R. Cubal?

Olá Ruca:
Obrigado pois foi através do teu blog que foi possível receber o contacto de vários colegas de Liceu e poder partilhar a saudade desses tempos.
E, já agora, aproveito o teu espaço para pedir a quem tenha uma foto e a possa enviar para o teu blog, da equipa de juniores do C.R.Cubal treinada pelo Sr. Jacinto Marques e, onde pontificavam jogadores como o Zé Maria (que centro campista) o Augusto, o guarda redes (Cancelão-nome carinhoso posto pelo treinador), eu Tózé e outros que agora não me recordo do nome.
Um abraço
Tózé
***
Caro Tózé,
É esta a finalidade deste nosso trabalho! Obrigado.
Espero que alguém tenha uma imagem (pelo menos) dessa grande equipa de juniores e que nos envie. Aqui fica o apelo!
um abraço e participa sempre.
Ruca

Serviço público

Recebi da Natacha Caldeira um email com o anexo:
http://www.dgtf.pt/ É o site da Direcção Geral de Tesouro e Finanças.
A QUEM INTERESSAR /... e divulguem!
Anúncio publicado no "Diário de Notícias", datado 18/11/2008
Ontem, um comum amigo descobriu este anúncio no "DIÁRIO DE NOTÍCIAS", metido no meio de vários e que quase passava despercebido, por razões óbvias.
Vejam se vos interessa e divulguem pois a medida abrange o funcionalismo público de todas as ex- colónias ultramarinas.

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Luis Benites de Sousa

Olá amigo Ruca sou o Luis Alberto Benites de Sousa!
Sou um amigo do peito do Meno Fontoura e irmão da Teresa Sousa Freire que mandou fotos do encontro de dia 11 de Outubro em Mira, eu e o Meno moravamos em frente um do outro e andamos na escola sempre juntos até que nos separamos!
Hoje ele ligou-me e por acaso falámos em ti , lembro-me de ti a brincar na oficina do teu pai! O que tenho de fazer para mandar algumas fotos que tenho do encontro?
Se puderes responde-me e diz como queres que mande!
Um grande abraço.
Luis Alberto Benites de Sousa
**********
Olá Luís,
Bem vindo!
É verdade! A oficina do meu pai, faz parte do meu imaginário enquanto criança. Por lá passava a maior parte do tempo e onde me "enfarruscava" todo, o que era uma martírio para a minha mãe. Mas o meu pai adorava ver-me metido nos automóveis... foram belos momentos ..
Quanto às fotos. Como todos os amigos que queiram colaborar, estás completamente à vontade. Envia-me para o e-mail como anexo. Caso seja mais fácil de outra forma ou processo (correio etc), diz-me qq coisa que combinamos outra alternativa.
Um abraço amigo
Ruca

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Adelaide Serôdio

À minha questão de quem era a Adelaide, quando do comentário à análise da "Exame Informática" (vejam aqui), recebi a seguinte resposta:
(...)
Uma Angolana nascida no Lobito que o pai foi funcionário do CFB e que o avô paterno trabalhou na demarcação da fronteira com o Sudoeste, período em que viveu em carroças cobertas, iguais às dos filmes de “farwest”, um desses heróis anônimos e que hoje são chamados de “colonizadores” e do qual sinto um orgulho enorme. O que mais posso dizer?... Já percorri uma longa estrada e hoje ao olhar para trás vejo que já está quase toda pavimentada com pedras pretas (erros) e brancas (acertos), essa pavimentação a que damos o nome de “Experiência”. Depois da minha saída de Angola, a chegada a um país distante, e a constatação da necessidade de mudar a área de atuação profissional e que me fez ingressar na área jurídica.... talvez seja essa a razão porque não consigo conviver calada com informações incorretas, algumas até com o intuito de “jogar para debaixo do tapete” o que não é favorável a certos interesses...... Um abraço!
(...)
Agora digam-me uma coisa, meus/minhas caro(a)s cubalenses. O nosso blog não está mais rico, com amiga(o)s assim? Bem vinda Adelaide! Tal como lhe referi no e-mail peço-lhe que apareça e intervenha sempre... ~
um abraço cubalense
Ruca

O nosso Rui Serpa prepara-se para ir até à Terra Amada!

Querido RUCA:
Fazia algum tempo, que não aparecia por este nosso mundo CUBALENSE que tu, graças a essa tua grandiosa e invejável imaginação inteligência e capacidade criaste, pelo que os cubalenses normais como este servidor, estaremos para sempre em agradecimento eterno. Depois destas flores, que são justamente merecidas, quero comunicar que neste próximo mês de Dezembro, vou iniciar uma nova digressão a Angola, fazendo tour pelas principais cidades, não deixando como é óbvio de visitar o nosso CUBAL pela segunda vez. Ponho-me assim a disposição de todos os cubalenses que assim o desejarem, para o que for necessário.Prometo, ver aquela terra com os olhos de todas e todos e com um coração, derramar sobre ela o sentimento e nostalgia de todos os CUBALENSES.
Um emotivo abraço para todos.
Rui Serpa
*****
Caro Rui Serpa,
Esse sentimento nobre que revelas pela nossa Terra e pelos amigos cubalenses, ao disponibilizares-te para o que for necessário, só mostra a tua grandeza como pessoa.
Obrigado pela tua disponibilidade. Desejo-te que faças uma bela viagem e trás as imagens possíveis para partilharmos aqui no nosso espaço.
Obrigado pelas tuas palavras. É por este apoio que tenho sentido que tudo farei para não desiludir ninguém.
Recebe um grande abraço
Ruca

O Blog da Anabela

OI AMIGOS(AS)
Resolvi criar um "cantinho" onde nos meus momentos vagos, escrevo o que me apetece.
Não é minha pretensão fazer deste "cantinho" algo de grandioso. Apenas partilhar com os AMIGOS(AS) um pedacinho do que me vai na alma.
Beijinhos.
Anabela Borges
http://anabelab.blogspot.com/

*****
A "nossa" Anabela, criou o seu cantinho bloguista, onde pretende partilhar aquilo que "...lhe vai na alma..."
Para quem quiser conhecer melhor esta amiga, ela convida-nos a ir até ao seu espaço.
Beijos para a Anabela.
PS: Espero mesmo assim, continuar a ter a tua presença no nosso blog cubalense. Não nos deixes!!! ;-))

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - António Alves - Tózé

Olá Ruca:

Em 1º lugar parabéns pela excelente ideia de promoveres a nossa Angola e facultares a todos os cubalenses este intercâmbio.

Não sou natural do Cubal, mas residi lá de 1971 a 1975 e consagrei aquela cidade como minha terra natal pelos bons momentos que lá passei.

Estudei na Secção Liceal - 1º a funcionar no mercado e depois ao pé do sindicato. Fui colega do Zé Laranjeira, Golias, Salinas, Alfredo e Ângelo (dois irmãos), entre outros e, que e desculpem esses a quem eu não me refiro, mas 30 e tal anos volvidos, já há alguma traição na memória.

Não me vou alongar mais, deixarei isso para outras oportunidades, seguem aqui em anexo algumas fotos de quando eu tinha 17 anos e ainda estudava no liceu onde era reitor o Dr. Álvaro Neto (que tanto me ensinou da vida).

É meu desejo que este mail contribuia para o teu blog. Se for possível, podes deixar o meu e-mail (basta clicar aqui) no blog e se algum antigo colega me reconhecer, que entre em contacto comigo.

Moro em Viseu e chamo-me Tózé

Ruca, um grande abraço e força... este teu blog é para durar.

Tózé no Cubal

****

Caro Tózé,

É um enorme prazer receber os amigos, aqui no nosso ponto de encontro cubalense.

Obrigado pelos excelentes testemunhos. Irei trabalhá-los e muito brevemente publicá-los.

Recebe um grande abraço e aparece sempre.

Ruca

Vamos ajudar/orientar a Sandra Santos!

Olá!
Chamo-me Sandra!
Fiz umas pesquisas sobre a minha terra CUBAL e cheguei ao seu contacto.Saí de lá muito pequena,3 anitos talvez,depois fomos viver para -da-Bandeira,e depois como a maioria das pessoas viemos para cá tinha então 9 anos. As recordações são algumas,mas as saudades são muitas.Certamente saberá informar-me o contacto de alguém que lá tenha ido recentemente! Tenho 44 anos e estou a pensar seriamente ir lá passar umas férias, mas os receios e as dúvidas são muitas,como ir de Luanda para lá, onde ficar,etc..com tempo quero programar lá voltar.
Aguardo noticias breves sandra santos
***
A Sandra Santos quer ir até à nossa Terra. Quem já lá foi poderá ajudar, dando dicas úteis de viagem.
A Sandra agradece. Se possível as dicas poderão ser enviadas para o nosso blog, porque assim poderão ser igualmente úteis a outros amigos que lá queiram ir.
Ruca

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Costa Ventura

Vivi no Cubal desde 1971 1973 trabalhei no CFB adorei a terra e o povo cubalense.
Parabéns pelo blog.
Costa Ventura

***
Caro Amigo,
Obrigado!
Apareça sempre!
Saudações
Ruca

Viagens na linha Lobito/Cubal

2008-11-07
Empreiteiros trabalham a alta velocidade
Até finais de Dezembro do corrente ano, a ligação entre as cidades do Lobito e Huambo será feita através do comboio, garantiu em entrevista ao Jornal de Angola o director-geral do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), Daniel Quipaxi. O responsável salientou ainda que os trabalhos de reabilitação e modernização em curso são concluídos dentro dos prazos estabelecidos. Neste momento, já se circula no troço Lobito-Cubal, com três viagens semanais, num trajecto de 153 quilómetros.
Viagens na linha Lobito/Cubal
A variante Lobito/Cubal, numa extensão de 153 quilómetros, é servida por comboios três vezes por semana. As composições têm carruagens para passageiros e vagões de transporte de mercadorias.A linha serve igualmente de suporte para as obras de reabilitação no sentido ascendente do CFB, do Cubal em direcção à província do Huambo, revelou o chefe da estação do Cubal, Eugénio Lopes. De acordo com o chefe da estação do Cubal, as três vezes que o comboio chega àquela cidade proveniente do Lobito, transporta vários milhares de passageiros e diversos produtos para serem comercializados. Do Cubal partem milhares de pessoas para as cidades do litoral da província de Benguela, transportando produtos do meio rural. “Devo dizer que as pessoas transportam consigo bens alimentares e industriais para serem comercializados nas cidades do Cubal e Ganda e respectivas comunas e aldeias. Das aldeias e comunas saem os produtos do campo que são comercializados nas grandes cidades. Os três dias de comboio facilitam aos comerciantes as transacções e o seu transporte para as suas residências com o meio de transporte mais barato, no caso o comboio”, disse Eugénio Lopes, acrescentando: “é uma alegria quando o comboio apita. Na estação do Cubal regista-se um movimento infernal de pessoas que até parece que o mundo só existe no Cubal”.Para Eugénio Lopes, que é funcionário do CFB há mais de 40 anos, o momento de reabilitação e modernização que se está a registar é um das fases mais importantes da história da empresa.
in Jornal de Angola

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Maria dos Anjos (Sancha)

Olá Ruca,
M° Dos Anjos(Sancha) vivo na Suíça há 28 anos, casada 2 filhas, 1neto. Envio fotos.
No aniversário do Ivo Sergio foto 2 sou a 2° da esquerda.
maria dos anjos esteves martins somma

**
Olá amiga, já respondi ao teu email. Colocarei, as fotos que envias, brevemente.
Obrigado
Abraço a todos vós
Ruca

IMBONDEIRO

O imbondeiro é um ser já moribundo,
Gigante preso em apertados laços,
Tronco rasgado em fissurados traços,
E de raizes mergulhando fundo.
Tem flores brancas, de um alvor profundo,
E longos frutos descorados, baços,
E os seus ramos semelhando braços,
Dizem raivosos um adeus ao mundo.
Como uma raça pecadora e má,
As suas flores não possuem já,
A força viva que germina o fruto.
É como um homem que já nada tem;
Perdeu seus filhos, sua esposa e mãe,
E arrasta em vida o seu próprio luto.
.
Cubal, 1962
Aurelino Faria.



Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Miló Carrasqueiro

Ruca,
(...)
Fiz uma viagem maravilhosa pela nossa terra...que emoção! Alturas houve que quase não consegui sair do jeep no Cubal.
Foi uma viagem carregada de emoção, com muito pouco tempo porque tinhamos 1 apoio do motor partido e não tinhamos médios.
Fomos à oficina do Borges, mas mesmo com boa vontade, não tinham possibilidade de nos ajudar. Tivémos que regressar a Benguela antes do anoitecer.Daí não ter estado lá mais que 1hora. Não chegou para nada!
Vou enviando fotos.
Bjokas
Miló
**********
A Miló, esteve na nossa cidade.. e vai enviar-nos imagens da mesma... Todos ficámos a aguardar esses bons momentos.
Um abraço a todos vós extensivos teus pais e manos.
Ruca

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

Olá Ruca!
Parabéns pelo excelente trabalho.
Bjs para ti e familia.
Olívia Abreu (Bia)

Livros "Recordar Angola - 3º Vol."


O Henrique Faria alerta-nos para o lançamento de mais uma obra do Paulo Salvador, com o título "Recordar Angola, Vol.3".
Destaca-se informação relevante sobre o Cubal e cubalenses. Poderão vêr em http://www.recordarangola.com/ uma versão reduzida da edição que se avizinha.

Ao Paulo, o blog do Cubal deseja os maiores sucessos editoriais em mais esta obra sobre a nossa Terra.
Ruca

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

Ruca,
estás no bom caminho...não desistas.
Eduardo Jorge Abreu

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

Ruca,
Embora não me lembre de ti, parabens pela iniciativa. Quase 40 anos passados.
Obrigado pela oportunidade.
Beijos, abraços e saudades a todos os Cubalenses.
Henrique José Ribas

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

Um Ano Depois.
Caros Cubalenses e Amigos.
Um ano após a feliz iniciativa do nosso amigo Ruca, ao dar vida ao Blog Cubal Terra Amada, sendo hoje o maior ponto de encontro de uma comunidade que, embora virtual, foi antes física e bem unida numa das cidades mais bonitas de Angola, Cubal, onde tantos filhos desta comunidade nasceram, cresceram, estudaram, fizeram-se homens e mulheres, construíram as suas vidas, onde muitos se uniram pelo matrimónio e deram à cidade novos filhos. Contudo, há sonhos lindos e sonhos que acabam em pesadelo, e esta comunidade por imperativo de factos que todos nós conhecemos, viu um dia o seu sonho lindo interrompido e a sua união desfeita, sendo obrigados a deixar para trás a sua linda cidade, demandaram aos quatro cantos do mundo, refizeram as suas vidas e quando longe uns, e mais perto outros procuram algo que lhe recorde os tempos idos, nesta Grande Maravilha do Mundo._ Net, surge um veículo de transmissão protagonizado pelo jovem e amigo Ruca, o Blog do Cubal, o ponto de uma nova União onde tantos cubalenses se têm reencontrado, recordando os seus bons e maus momentos. Caros Cubalenses, já no Blog dei testemunho desta minha amizade para convosco, mas nunca é de mais reafirmá-la, eu fui cubalense por alguns meses, quando cumpria serviço militar, convivi com muitos de vós, os mais velhos claro, mas também os jovens e ficou-me na alma a saudade desse tempo, um dia ao procurar na net algo que me desse notícias do Cubal, encontrei este maravilhoso ponto de encontro que faz um ano e que visito todos os dias.
Por tudo isto, parabéns Ruca, obrigado Ruca.
SAUDAÇÕES CUBALENSES A TODOS AQUELES QUE NOS QUATRO CANTOS DO MUNDO, foram e sempre serão filhos do Cubal.
Um amigo Pedro Jorge.

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

QUERIDO AMIGO!
Neste dia que a todos os Angolanos diz tanto, apenas te quero dar os PARABÉNS pela iniciativa e uma palavra de estímulo para que continues a dar a TODOS os CUBALENSES a alegria do reencontro com a nossa memória. Á nossa ANGOLA, o meu desejo de PAZ e PROSPERIDADE, que os "erros" de ontem, se tornem ensinamentos para um futuro risonho, de um jovem País que TODOS AMAMOS e que jamais esqueceremos.
Anabela Borges

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

Olá Ruca
Parabéns pelo 1ºaniversário do teu (acho que posso também dizer nosso)blog.
Bjs
Diny

Mensagens de cubalenses-aniversário blog Cubal

Date: 2008/11/11Subject: Aniversário BlogTo: cubal.ruca@gmail.com
Ruca

PARABÉNS,continua estamos contigo.

CUBAL FOREVER

Victor Oliveira

Procura de cubalenses

Ruca,
(...)Queria pedir-te o favor de caso tenhas o contacto do Sereno, me possas facultar, pois o Victor foi colega dele e gostaria, assim como restantes colegas dele na Escola Técnica de o contactarem.
(...)
Anabela Borges
***
Meus Caros,
Muitos amigos cubalenses procuram o Sereno . Entre eles o Victor Oliveira e outros colegas da Escola Técnica . Quem souber notícias do Sereno, diga sff. A foto dele pode ser vista aqui.
Obrigado
Ruca

Sobre o Poema Saudade

É mais do que um lindo" Poema". É um testemunho que nos deixa adivinhar quantas saudades lhe vão na alma, que não é meia, mas sim cheia de tudo o que pode ter, quem sente o coração dividido, uma alma inteira, destroçada pela saudade de uma terra que foi sua, que a terá visto nascer, brincar, crescer, desabrochar como o botão de rosa no jardim, amar por certo e naturalmente sonhar com algo diferente, do que será hoje uma vida de outra forma traçada.
Mas por mais voltas que o mundo dê, nada nem ninguém poderá apagar os sinais, os sentimentos, e o forte amor de um povo, pela terra onde nasceu. Um sentimento que contagia quem convosco conviveu, e partilhou de alegres momentos por isso aqui estou e sempre estarei do vosso lado, mas sem vos considerar Almas Meias,foram e são Almas Inteiras.É por isso mais do que um lindo poema, é um Hino ao Sentimento, ao Amor Cubalense, parabéns MIMI.
Um abraço amigo, extensivo a todos os Cubalenses.
Pedro Jorge

SAUDADE


SAUDADE

Que estado de confusão
Provoca este sentimento
Que é a Saudade.
Diz quem sabe
Que a dita
É bem portuguesa
E sendo eu meia-meia
Tinha a lusa-meia
Talvez, por avareza
Nadar em tamanha graça.
Por feliz acaso
Se juntou a outros meios
Meios-meios de coração
Outros tantos por adopção
E , enquanto a afro-meia
De emoção se esvaziou
A outra meia transbordou...
E agora...
Que dirão os doutores?
Que a saudade sucumbiu!...
Desenganem-se, doutos senhores
Que esta, qual jibóia faminta
Que a vítima esmaga
Inundou as entranhas
Explodiu de recordações
Alimentando a dor.
E essa é tanta, tanta..
No peito e na garganta
Que faz chorar
A saudade...
De Saudade


Mimi Peixoto
Caríssimos Amigos,

Tenho andado de dia para dia para Vos apresentar virtualmente. Mas o tempo é curto…e por vezes acabamos por não efectuar o que pretendemos.
Mas, hoje tenho a informar que ambos, são dois Guerreiros para a divulgação de terras de Angola!

Parabéns aos dois!

A Amiga Conceição, oriunda do Lobito, tem um site próprio muito interessante onde é visível as suas belíssimas fotos que capta nas suas fantásticas viagens. Também faz parte do blog da sua cidade Natal.
http://www.cidadelobito.com/index.html
http://www.mariapernadas.com/

O Amigo Ruca oriundo do Cubal tem dois blogs onde reúne carinhosamente as pessoas do Cubal. Por este meio comunicacional ele informa e incentiva a futuros encontros e reencontros.

http://cubal-angola.blogspot.com/
http://cubalenses.blogspot.com/

Ambos amigos de minha Família, a irmã da Sãozinha é afilhada de minha mãe e a mãe do Ruca é afilhada da minha avó.


Isto tudo, para vos apresentar e dar-vos a conhecer os blogs/sites que vocês veiculam informação na www.

Presentemente, recebi um e.mail da Sãozinha, a qual, está a organizar pela terceira vez uma viagem a Angola. Deste modo, quero informar o Ruca sobre esta viagem. Poderá também divulgar no seu Blog. Pois poderá existir alguém que esteja interessado em ingressar nesta “família angolana”.

Um beijinho para estes queridos Amigos,
Ana Catarina Monteiro

Encontro dos Antigos Estudantes do Cubal - Agradecimento -

Aos Muanhas:

Com o 19º Encontro dos Antigos Estudantes do Cubal, chegou a hora de “passar a pasta” à Próxima Organização.

Temos a certeza que ficará bem entregue, pois o espírito de boa vontade, o empenho e entusiasmo de tudo se fazer, para que este dia perdure nas nossas memórias, está sempre presente em todos aqueles que abraçam desinteressadamente esta tarefa.

Foram dois anos de muitas alegrias e também de algumas dificuldades e desilusões. No entanto, o balanço, (como não podia deixar de o ser), foi POSITIVO e GRATIFICANTE, pela maneira como cada vez mais, os nossos colegas dizem PRESENTE, dando-nos o prazer do reencontro neste NOSSO DIA!

Não queria no entanto, em nome da Organização que cessa agora as suas funções, deixar de expressar um agradecimento especial, a alguns colegas e amigos que, desde o primeiro momento, nos deram o seu apoio incondicional, para levarmos a bom porto, estes Encontros.

Assim sendo, aqui fica o nosso OBRIGADO de coração: ao Victor Vieira, Dinny Querido, Jaime Marques de Almeida, Juca Laranjeira, Fernando Borges, Rui Lopes, Fernando e Mila Vaz, Cristina Campos, Manuel Portugal, Cristiana Moreira, Carlos Lopes, Sónia Simões, Henrique Faria.

Não podemos deixar também, de agradecer a disponibilidade e simpatia do Hernâni Cabral, que a todos encanta, no seu jeito “Muanha” de “cantar” o quino.

Às jovens que no 18º Encontro, nos presentearam com um momento de dança de rara beleza.

À Direcção do Hotel Quinta da Lagoa, na pessoa da D. Olívia, pela compreensão e simpatia, assim como a todo o pessoal que durante estes dois anos, nos atenderam com grande profissionalismo

Ao Ruca, pela sua disponibilidade em tudo fazer para que o Encontro fosse divulgado e pela preciosa ajuda que nos deu, ao facultar contactos, que de outra maneira, seria impossível podermos rever esses colegas.

Ao Carlos Botto e ao Trio Áfrika, por nos fazerem regressar a um passado que jamais se apagará, com as suas “kizombas”, “merengues” “tangos” e “valsas,” que por momentos nos transportam às farras do Clube Recreativo e ao Ferrovia!

O meu agradecimento pessoal, (desculpem-me, mas não ficaria de bem comigo se o não fizesse): ao meu filho e ao meu marido, pelo apoio e força que me deram nos momentos menos bons, em que o desânimo tomava conta de mim.
A vós, meus AMORES, um grande beijo e desculpem o meu “mau feitio”…

Por fim e em nome da Organização que agora termina esta tarefa, um BEM-HAJA ao José Lobo, pela sua disponibilidade e entusiasmo, de aceitar o desafio de organizar o 20º Encontro, tendo nós, a certeza que tudo fará, para que seja um sucesso.

O meu AMIGO José Lobo, lembrou-me uma frase que escrevi há uns anos num dos nossos livros:

«É possível AMAR uma terra fisicamente! É assim que sinto o nosso CUBAL, que com os seus “Kazumbis” me enfeitiçaram para sempre…»

Continuo com esse sentimento!!!

OBRIGADO E ATÉ SEMPRE!

Anabela Borges

"Efeitos" do nosso Blog e da amizade.

Que grande alegria a minha, a de encontrar mais uma amiga do Cubal!
Como estou grato ao Ruca por esta enorme surpresa!
Depois de conhecer o Sr.Domingos e D°Ana Batalha,o Benjamim, Mingo, Pobre, Tanta,Tercia, Guto, ... agora a Ana.
É na verdade um grande prazer, mas este prazer também se estendeu à minha irmã Carmem e aos meus pais. O interessante é que algum tempo antes, encontrei o teu irmão (Mingo) na net e soube assim que ele é o director provincial do comércio e industria de Benguela, o que me deixou muito orgulhoso,tentei por vários meios contactá-lo pelo telefone mas sem sucesso e agora a coincidência maravilhosa. A Ana. É verdade que estavamos muito ligados, o teu pai era muito amigo do meu e com as tuas irmãs aprendemos a "língua dos ps".
Se desejares envia-me o teu número de telefone pois eu gostaria de falar directamente contigo. Recebe por agora um enorme abraço deste cubalense que tem em alta estima todos os amigos do Cubal.
Meno Fontoura