Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Filomena Oliveira

Olá, muanhas!
Chamo-me Filomena e sou filha do Mário Oliveira, o escritor conhecido como Mário Dramamor, que trabalhava nos caminhos de Ferro de Benguela (CFB) e da Fernanda. Somos familiares da Alice Freitas. Nasci no Cubal e fui viver para o Lobito aos 5 anos de idade, mas voltávamos de vez em quando para passar férias. Vivo em Portugal há 28 anos. Finalmente, depois destes anos de ausência, voltei a Angola para ver a minha família e fui visitar o Cubal. Juro-vos que saí do carro e dancei descalça, à chuva, em cima da ponte e ri e ri como doida. Foi bom demais ter voltado. Sabem que mais? Havia mangueiras frondosas carregadas de mangas e o cheiro adocicado invadia tudo. E ... imaginem! As fazendas Fernando Alberto e as outras duas estavam ainda de pé. Esburacadas, mas ainda de pé! E as casas lá estão bem coloridas, cheias de árvores de frutos nos quintais e vegetação verde à volta, mas não vi muanhas com os seus trajes tradicionais. Fiquei com pena. Adorei ter voltado a Angola, adorei ter voltado ao Cubal e ver aquela inesquecível cor da terra vermelha e o cheiro frutado que paira no ar.
Um grande abraço para todos.
**
Olá Mena,
Que bom contar tb. com a tua visita e com o belo testemunho.
um abraço e aparece sempre
Ruca

1 comentário:

Anónimo disse...

somos o alex, natacha e a edite,e gostamos muito do teu blog.Quando nos levas a Angola tens que por mais fotos de Cubal e tuas tbm.

Bjs!.....