"Efeitos" do nosso blog e amizade

Olá meu amigo!
Mais uma vez (e não me canso de repetir) MUITO OBRIGADO pela enorme emoção que me proporcionaste.
Na passada 6ª feira, falei finalmente (uma vida inteira depois) com a D. Antonieta. Eu e a minha mãe, que foi quem lhe ligou. Ela lembra-se de mim. Lembra-se de todos aqueles episódios envolventes ao meu nascimento. Eu, quase não consegui falar com ela, porque já antes de a minha mãe me passar o telefone, me "desfazia" em lágrimas de tamanha emoção. A D. Antonieta, coitada, do outro lado só me dizia. "Filha não chores" muito comovida... e eu pouco ou nada consegui dizer-lhe, do tanto que gostava de lhe ter dito. Pedi-lhe a morada para lhe escrever, porque acho que mesmo que tente lhe falar mil vezes, vou acabar por não conseguir, porque desato a chorar. Por isso, entre convites mútuos a nos visitarmos, pouco falámos, mas esta semana já lhe escrevo!

Um grande beijinho e MUITO OBRIGADO Ruca (nunca me irei esquecer, que TU passaste a fazer parte da minha história).
Mónica
*************
Lembram-se do apelo da Mónica? (podem rever clicando ). Aqui está o resultado! Com a devida autorização publico e partilho com todos vós o e-mail que me enviou.
Não é por qualquer tipo de presunção, que o faço. Tenho apenas um objectivo. É que este tipo de encontros e "partilha de emoções" (objectivo inicial preconizado para o nosso blog) se repitam na comunidade cubalense.
As palavras sentidas da Mónica dizem tudo! Subliminarmente poderei aferir das mesmas, algo que tenho apelado. Tentem contribuir para o nosso blog. Enquanto houver matéria para alimentar o mesmo (e eu sei que muitos de vós têm tanto para aqui partilhar) façam-no! Enquanto houver visitas ao nosso blog e as nossas memórias saírem do cofre onde entretanto, paulatinamente e ao longo dos anos, foram colocadas, mais casos como este irão acontecer. Estou certo disso, assim como estou convicto que a corrente está criada e todos vós irão contribuir para que os elos fiquem cada vez mais fortes.
Um abraço a todos e um beijinho à Mónica por tudo.
Ruca

Sem comentários: