Testemunho de um grande e amigo cubalense - Pedro Jorge

Olá Cubalenses.
Mais um ano, mais um encontro, não resisto a trazer aqui o meu testemunho de contentamento. Todos os anos nos confrontamos com novas emoções. Já lá vão 4o anos. Todos nós éramos tão jovens, quando por lá passei, era uma cidade pacata, muito alegre, ali permaneci oito meses, convivi com jovens que hoje são avós como eu, fiquei amigo de muitos deles, porém, dado que eu era militar regressei à metrópole, sem que alguma vez me viesse ao pensamento que, volvidos todos estes anos nos viéssemos a encontrar, para mais, num ambiente de festa de confraternização, como aliás é timbre das gentes do Cubal.
Ontem foi um dia especial para mim, sendo o terceiro ano que vou ao Encontro, não deixou de ser mais emotivo, revi pessoas que não via há tantos anos, tantos quantos os que deixei aquela saudosa cidade, reencontrei a Elza Vilarinho, a Bia Borges, a Manela, o sr. Borges da Farmácia como tantos outros com quem já tinha estado antes. Se para mim que vivi muito pouco tempo naquela terra, foi emocionante, como não é para eles que lá nasceram cresceram, estudaram e fizeram as suas vidas? Por mais que queira não resisto a este meu testemunho, é o continuar de uma amizade, de uma união que sempre vi entre aquela comunidade, bem hajam aqueles que se esforçam por manter aquela organização. Senti a falta de um grande aliado, o grande responsável pelo meu reencontro com esta gente maravilhosa, o meu grande amigo Ruca, ao que me disseram, não pôde estar presente. Foi pena, mas outros encontros virão.Hoje, ainda a recordar as emoções de alegria que senti ontem, aqui estou a enviar um forte abraço a todos os Cubalenses, em especial àqueles que, por imperativo das suas vidas não puderam estar presentes, desejo que um dia o possam fazer.
Para o grande timoneiro deste maravilhoso Blog, principal impulsionador deste evento, pelo grande apoio logístico que lhe dedica, falo do Ruca, claro, para ti meu grande amigo,
Aquele Abraço.
Pedro Jorge
****
Caro Pedro Jorge,
Tomara este blog ter muitos amigos como tu. Pela forma sincera e amiga como dizes o que te vai na alma, aqui fica este meu comentário: É um privilégio ter-te como amigo! Obrigado pela colaboração exemplar e constante que dedicas a este nosso espaço, enriquecendo-o como pouco(a)s.
Abraço
Ruca

Sem comentários: