Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Emílio Rodrigues (ex-Alferes)

Boa tarde
Apenas quero agradecer ao José M. Simões da Cunha o ter enviado essas fotos do Quartel do Cubal. Esse local também foi "MEU" durante uns meses (70/71). Foi bom lembrar esses tempos. Espero por mais fotos. Como diz alguém.....fui lá muito feliz.
Obrigado
Emílio Rodrigues (ex-Alferes)
**************
Caro Alferes Emílio Rodrigues,
Seja novamente bem-vindo ao nosso espaço, com os seus comentários. O José Simões da Cunha enviou-nos belos testemunhos e gostaria imenso que o seu exemplo fosse seguido por todos os ex-militares, que pelo Cubal passaram. Aproveito deixando o desafio e apelo a todos: coloquem também aqui os V. testemunhos. Esta página é de todos vós também. Por isso, partilhem aquilo que tiverem. Estou certo que irão enriqucer o nosso blog.
Obrigado
Um abraço
Ruca

Uma notícia triste.

Regressava há pouco do trabalho, quando recebo uma chamada da Vanda Alves. A notícia difícil de dar. O seu querido pai Henrique Alves faleceu.

O funeral é no dia 17 Quinta Feira pelas 11 horas e partirá da Igreja de Tires.

Expressamos os sentidos pêsames à Suzete, Vanda e família. Que descanse em paz.
Ruca


Henrique Alves e a filha Vanda

A imagem que irei guardar do amigo Alves,
quando nos encontrámos em 2008 no "Encontro do Luso".

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Francisco António Macedo

Olá Ruca,
Foi com grande surpresa que passados mais de trinta anos nos poderemos encontrar.
Sou o Chico, tenho dois irmãos o Tózé e o Nando, filho da D. Conceição da Peixaria Ribatejana que ficava na Rua Principal, ao lado do Donguim, em frente à Pensão do Sr Abreu.
Espero que te lembres, entretanto vou enviar-te o meu telemóvel.
Já estive no blog da nossa querida e amada terra, as lembranças que me vêm a mente são inúmeras as historias e todos os momentos que passamos enquanto crianças numa terra que parecia que não tinha fim. Lembras-te naturalmente, no ano de 1980 quando entrei para a Força Aérea encontramo-nos no Lumiar e desde então nunca mais soube nada de ti ou mesmo de alguém do Cubal.
Lembro-me do Garrruço, da Céu e da Vanda, do Zé paliteiro e do Teco e outros que não me lembro do nome.
espero encontrar-te brevemente
um forte e saudoso abraço
Francisco Macedo (Chico)

**************************************************************
Meu Caro Chico! Que surpresa!!
Se eu me lembro de ti??? Até me lembro do teu nome completo. Isso é pergunta que se faça? Antes de mais clica aqui e vê estas fotos
http://cubal-angola.blogspot.com/2007/11/ahhhh-grande-carona-o-alexandre-fonseca.html - Vê a última foto.Lembras-te? Então onde que paras? Vives onde? Os teus irmão e restante família?
Sabes , por incrível que pareça não me recordo de ti quando fomos colegas na Força Aérea, mas lembro-me de quando éramos miúdos.
Tentarei ligar-te nos próximos dias para falarmos. Já sabes . Se tiveres algumas fotos vais ter de enviar.
Dá notícias.Um enorme abraço e obrigado por dares sinal de vida!
Até breve
Ruca

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - Deolinda Maria Soares Oliveira Gonçalves

Olá Ruca,embora não me conheças sou a Deolinda e estou atenta a todas as novidades do blog. Gostaria imenso que me pudesses facultar o email ou contacto da Zélia Bento, pois tenho algumas fotos que ela de certo gostaria de recordar.
Um grande obrigado por tudo o que nos estás a proporcionar.
Um Abraço.
Estamos juntos.
Deolinda Maria Soares Oliveira Gonçalves

****
Deolinda,
Conforme te respondi por email, não tenho o email da Zélia Bento. Aqui fica a mensagem para que "visada" dê notícias.
Quanto às fotos envia que publico no nosso blog. Participa também!
Abraços
Ruca

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal - José Manuel Simões da Cunha

Caro cubalense,
As fotos que envio (... foram transferidas de slides ) são RECORDAÇÕES /MEMÓRIAS do ano de 1974, julgo que de Fevereiro e Março .
Fomos, penso eu, os últimos militares que ocuparam a antiga escola primária.
Fiquei sempre grato à população do Cubal pela forma amiga como fomos recebidos, vindos de 18 meses muito maus no Leste de A
ngola(Gago Coutinho).
Hoje já não reconheço ninguém (nas fotos dos Vossos encontros, pelo que peço imensa desculpa),mas a outra memória que não a fotográfica , essa sim deixaram-me saudades de vós.
Fomos um grupo de militares, dos quais saliento o alferes mil. Salgueiro e os Furriéis mil. Ribeiro, Leite( que se casou com uma professora natural da cidade) e eu Simões da Cunha.
Não sei (já passaram tantos anos) se alguma vez agradeci o terem ajudado, bem, a passar a comissão de 28 meses; se o não fiz, aqui deixo o meu eterno agradecimento.
Sou ,sempre ao vosso dispor
José Manuel Simões da CunhaUns anos mais tarde (com barba), com o meu primeiro filho (1979)
no Bom Jesus de Braga
, onde vivo

****
O nosso amigo José Simões da Cunha, a quem já respondi ao email, envia-nos mais de 20 fantásticos testemunhos a cores, de imagens extraídas de slides. São belos exemplos da vida cubalense dos anos 70. As Fazendas de Sisal, a Piscina do Ferrovia em grande actividade, as zonas envolventes ao Quartel etc. etc. poderão ser (re)vistos no nosso blogue, já nos próximos dias.
Aparece sempre Caro José Cunha e obrigado pelo teu testemunho sentido, que muito ajuda a entender o bom ambiente de amizade que se respirava na nossa Cidade.
Um abraço
Ruca

Questões sobre o Cubal de hoje. Quem responde?

Meu Caro,
Não sou Cubalense mas um curioso que na medida do possível gosto de acompanhar o que se passa nos 6 municípios do interior da Província de Benguela e como se estão a levantar das cinzas.
Tenho procurado no Google mas a informação é muito escassa.
Gostava de saber mais no que toca :
  1. Estado das Estradas e do CFB
  2. Saúde
  3. Educação
  4. Água tratada
  5. Agricultura
  6. Pecuária

Um abraço

António de Melo

****
O António gostaria obter alguma informação sobre o Cubal. Talvez quem lá tenha ido recentemente esteja preparado para responder. Quem sabe se alguém que nos veja no Distrito de Benguela, aqui venha e responda. Aqui fica o convite.
Obrigado
Abraço
Ruca

Viagem por Angola e Brasil com temperos a condizer

Garanto-vos que este Calulu é excelente. Já experimentei...


LIVRO: Estação das chuvas

Livros com referências ao Cubal
Capa
Referências ao Cubal
(clicar na imagem para ampliar)
**
Título : Estação das chuvas
Autores de Língua Portuguesa
Autor José Eduardo Agualusa
Edição 7
Editora Leya, 1996
ISBN 9722033794, 9789722033794
Número de páginas 268 páginas

LIVRO: Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola

Hoje, criamos um novo tema no nosso blog: "Livros com referências ao Cubal". Tal como é implícito, iremos abordar todos os livros em que o tema seja, ou não, o Cubal, mas onde o termo é mencionado. Garanto-vos que existem muitos. Irei, no futuro, aqui publicar os que conheço, pelo que agradeço também a V. participação. Vamos começar por um, que li neste Verão. A 14 de Agosto de 2009, tive a oportunidade e o prazer em conhecer, na Costa da Caparica, a sua autora Leonor Figueiredo. Conversamos sobre a nossa Terra, claro! Já tinha lido o livro antes de a conhecer, pelo que se tornou ainda mais interessante e motivante a nossa conversa.


Referência a um cubalense - João Marques, na pág.232
(clicar na imagem para aumentar)


A génese deste livro radica nos idos de Julho de 1975, quando a autora, já a residir em Lisboa com a mãe e os irmãos, recebeu a notícia de que o pai tinha desaparecido em Angola. «Assisti ao calvário da minha mãe (…) para tentar saber do seu destino. Moveu-me então uma vontade obsessiva de investigar o acontecimento dramático que marcou a nossa e muitas outras famílias portuguesas. O desaparecimento de alguém que nos é querido confronta-nos com a impossibilidade do luto», refere a autora na Introdução de «Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola».

O tema é preocupante e para não esquecer. Deixo à V. interpretação e consideração. Poderão verificar nos links abaixo, mais informação sobre o mesmo:
Nota: A autora, Leonor Figueiredo, criou um e-mail para que todos os leitores e interessados possam escrever-lhe com os seus próprios relatos e testemunhos ficheirossecretosdeangola@gmail.com
Título: Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola
Autor: Leonor Figueiredo
Editor: Alêtheia
Ano de edição: 2009 (Agosto 2009)
Classificação: Temas Contemporâneos


Joaquim "de Lisboa" , NA ROTA DE DIOGO CÃO 1975

Amigos:
Aqui deixo esta singela homenagem a todos aqueles que um dia "beberam" os ares da terra-mãe de Angola.

RECONHECIMENTO

Nesta terra Portuguesa
Uma frase nos consola
Ouvir dizer : "Concerteza...
Não é de cá... Veio d'Angola "!

Na Rádio e Televisão
Muita gente fez escola
E lá vem a... distinção:
"Não é de cá... veio d'Angola"!

O merceeiro da esquina
Todo o dia dá à sola
Sabe atender gente fina
"Não é de cá... veio d'Angola"!

E até na construção
Mole imensa..."verga a mola"
Vê-se logo... Pois então:
"Não é de cá... Veio d'Angola"!

Aquela moça escurinha
Que seu "mataco" rebola
Com a canastra da sardinha
"Não é de cá... Veio d'Angola"!

E àquele puto reguila
Que na rua joga à bola
Ouço gritar à má fila:
"Não é de cá... Veio d'Angola"!

Muita gente ...Lusitana
Por esse mundo se esfola
Ganhando... proveito e fama
"Não é de cá... veio d'Angola"

Do meu livro " PATRANHAS 100 POESIA" de Joaquim de Lisboa editado em 2009


Por outro lado completaram-se ontem 34 anos desde que vi a Baía de Luanda pela última vez, já de dentro da traineira que guiei até Portugal que alcancei após 24 dias de mar sem antes pôr os pés em terra.
Esta odisseia está descrita no meu livro:
NA ROTA DE DIOGO CÃO 1975 - De Angola a Portugal em traineira
Por último...
Já deste ano tenho outro livro a que dei o título: TRINTA TRETAS.
Contém 30 estórias para toda a família... muitas com sabor a Angola.
Os vossos pedidos serão bem-vindos
Veja : www.narotadediogocao.pt.vu/
Um abraço do
JoaquimdeLisboa
joaquimdelisboa@yahoo.com

********************

Caro Joaquim de Lisboa,
Obrigado pela sua participação. Tenho todo o prazer em aqui divulgar as suas experiências vividas da nossa Terra. Já o conhecia e tive oportunidade em falar de si, muito recentemente, com a amiga Leonor Figueiredo que acabou de publicar o último livro "Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola" .
Apareça sempre e se tiver algo que ache oportuno aqui publicar envie sff.
Um abraço e sucessos.
Ruca

VEJAM O VÍDEO DA SIC SOBRE O TEMA

Uma notícia triste.

Hoje tive a triste notícia que a nossa amiga D. Hermínia Cabral faleceu.
O seu corpo, encontra-se em câmara ardente na
Igreja de Nossa Senhora de Fátima da Póvoa de Santa Iria - clicar aqui para vêr a localização-, de onde partirá o funeral amanhã dia 03 de Setembro 09, pelas 10 horas. Aqui expressamos os sentidos pêsames à Graciete, Hernâni Cabral e restante família. Que descanse em paz.
Ruca