Saudade

Saudade
A saudade é quando te vestes de barco

E sais para um mar que não sei
A saudade solta é um rei
Que troca a gente da terra pela bruma
Como Dom Sebastião
Que muitos vêem
E outros não
A saudade é um caminho sem curvas
Para o infinito

Edgardo Xavier


Publicado no Recanto das Letras em 16/09/2009
Código do texto: T1813276

Sem comentários: