Um encontro de amigos cubalenses

Caro Ruca:
Agradeço que coloques no nosso Blog mais este encontro entre velhos amigos.
Para qualquer ser humano seria uma coincidência.
Para mim que sou crente...recebi um miminho dos Céus ou não fosse 13 de Maio.
No Palácio do Gelo em Viseu, no espaço comercial Rádio Popular, quando já estava na caixa para fazer o pagamento,tocou o alarme e como é
óbvio olhei... alguém distraído fazia menção de sair pela porta errada.Sorri e balbuciei para a minha esposa:eu conheço aquele gajo.
Quando ele chegou à caixa onde estávamos olhou para nós normalmente e eu disse em voz alta:Lemos,Zé Lemos!
Ele olhava para mim incrédulo abanando a cabeça, igualmente a filha ao lado seguia o mesmo gesto.
Expliquei-lhe quem eu era..abraçamo-nos e falamos durante algum tempo.Senti uma felicidade imensa...encontrei mais um dos meus amigos de infância.
O Zé Lemos com quem joguei futebol no Cubal, e acima de tudo aquelas aventuras no rio e no morro do Lino,lembram-se?
Despedimo-nos profundamente emocionados.É bom criar laços de nó cego e guardá-los para sempre.
Amigo Zé Lemos eu estou totalmente de acordo contigo quando dizes que a malta daquele tempo são os últimos selvagens e nós sabemos porquê.
Um abraço para todos os cubalenses
Fernando Carona

21º Encontro dos Antigos Alunos do Cubal


21º Encontro dos Antigos Alunos do Cubal

Recebi da Comissão Organizadora o pedido para publicar o Programa do 21º Encontro dos Antigos Alunos do Cubal.



Amaral & Miguel -Recordando o Cubal




24 de maio de 2010Recordando o Cubal, é uma canção que junta uma letra e um abraço à terra que os viu crescer, onde viveram, trabalharam e aprenderam coisas boas do tempo...
Com letra de Ferreira Martins e música de Pais do Amaral, está interpretado com arranjos de Amaral e do nosso amigo Miguel Barbeiro nas cordas a solo, gravado com som directo.
Coreografado com imagens de sua origem e também algumas retiradas da net.
Dedicado a todos os Cubalenses.
Bem-hajam
Carlos Botto

Uma mensagem... um apelo... uma preocupação

O nosso amigo José Lobo Pires, colocou uma mensagem no facebook que considero importante. Subscrevo-a na totalidade:

Caros amigos Cubalenses,

Praticamente não passa um dia que não visite tudo o que tenha a ver com o Cubal, Angola, África etc...etc.
E como tal, deixem-me partilhar convosco uma certa nostalgia e preocupação pelo facto, de perceber que ultimamente temos todos andado um pouco arredados destes espaços.
Acredito, que o ambiente que nos rodeia, a situação do país, o desemprego, e a não menos importante informação cruzada que circula, nos sufoca e faz esquecer muitas das coisas boas que a vida nos dá e seguramente continuará a dar. Gostaria daqui de vos fazer um desafio, ou talvez um apelo, não nos deixemos enredar por este mal estar desmotivador e desgastante, e vamos continuar com aquele dinamismo de partilha de noticias, fotos, vídeos etc. que há bem pouco tempo atrás enchia o Cubal terra amada, o Cubal no Sapo, etc...etc... Vamos iniciar uma nova etapa entendendo de novo o valor da força e esperança que conseguimos receber daqueles de quem gostamos, os nossos amigos.

Um grande abraço

José Lobo Pires

Notícia triste- Domingos Batalha

Caro Ruca
É com muita tristeza que comunico o falecimento de mais um homem nobre,assim como fora seu pai.
Nosso querido DOMINGOS BATALHA , Mingo para os mais íntimos.
Faleceu, segundo a triste notícia que acabo de receber do Vitorino Marques,em Cuba e seu corpo chegará amanhã a Benguela.
Recordo com grande tristeza os momentos de alegria que passei en sua companhia quando lá estive em 2009.
Mando algumas fotos dessa altura a fim de o homenagear como me é possivel.
A família Fontoura está profundamente triste e apresenta as condolências à família Batalha.
Um abraço
Meno




Tivemos a oportunidade de conviver com este ser tão iluminado, que nos contagiava com sua alegria, seu carisma, suas histórias (muitas rs), sua sincera amizade e sua gentileza expressa a cada bom dia, um simples beijinho, um aperto de mão e a confiança de que sempre estaríamos ao seu lado, como estivemos. Foi assim que vivemos esses últimos dias, dedicando todo o nosso afecto e carinho retribuindo tudo isso. È com lágrimas nos olhos que hoje nos recordamos e falamos do SR. DOMINGOS BATALHA, mas como lhe chamava SR. BATALHINHA que não entrou em nossas vidas por um simples acaso mas, por que Deus achou que merecíamos ter uma grande referência de PAI, AMIGO E UM VERDADEIRO GUERREIRO, lutou até o ultimo minuto. É com o coração inundado de tristeza e dor, que transcrevemos o que vivemos ao seu lado na certeza de que fizemos tudo o que ele precisava para deixá-lo confiante e feliz enquanto esteve connosco.Mas, infelizmente hoje só temos a saudade dos momentos felizes que vivemos.
Dos seus ETERNOS AMIGOS e FILHOS (como se referia a nos dois).
Nossos sincero carinho a família Batalha.

JORDÃO E REGINA.
BRASIL

Encontro emocionante de grandes amigos

Quarta-feira, Maio 12, 2010

“COLUNA SOCIAL” Encontro emocionante de grandes amigos

A cidade de Londrina, foi palco neste domingo, 09 de maio, de 2010, de um encontro mais do que especial. O amigo JOÃO PORTO, de Borrazópolis, se deslocou até aquela cidade para rever Fernando Henrique Pires, com quem ele estudou na Angola há 35 anos e que a guerra civil havia os separado. Hoje Pires reside em Roraima- Boa Vista. Segundo a filha de João Porto, a Dra Carla Pires Porto, o encontro foi um acaso do destino. Encontro este que foi marcado por lembranças boas e tristes de um passado que merecia uma Livro..Lembramos que Angola é um país da costa ocidental da África, cujo território principal é limitado a norte e a leste pela República Democrática do Congo, a leste pela Zâmbia, a sul pela Namíbia e a oeste pelo Oceano Atlântico. Angola inclui também o enclave de Cabinda, através do qual faz fronteira com a República do Congo, a norte. Para além dos vizinhos já mencionados, Angola é o país mais próximo da colónia britânica de Santa Helena. Uma antiga colónia de Portugal, foi colonizada no século XV, e permaneceu como sua colónia até à independência em 1975. O primeiro europeu a chegar a Angola foi o explorador português Diogo Cão. Sua capital e maior cidade é Luanda.

Notícia triste. Carlos Falcão

De ENCONTRO ANUAL NO LUSO -06 de Julho de 2008 - Por Ruca - Parte 1
Um Encontro que não se voltará a repetir mas que recordarei para sempre com saudade.
Até um dia Carlos. Fica em Paz.
Ruca

De ENCONTRO ANUAL NO LUSO -06 de Julho de 2008 - Por Ruca - Parte 1

ATÉ JÁ

Mais um irmão nosso que partiu.
Mais um pedaço de nós, arrancado.
A notícia já era esperada, mas nem por isso menos dolorosa.
Contador das histórias do Cubal, como nenhum outro. Que viaje em paz.
Até um dia destes Carlos Falcão.

Henrique

Notícia triste. Alexandre Fonseca

Sempre PRONTO a ajudar o seu semelhante. Sempre a espalhar boa disposição. Foi um dos ex-libris mais puros e amantes do nosso querido CUBAL. Exaltava o nome da nossa terra e defendia e amava todos os Cubalenses sem qualquer distinção. Ainda o estou a ver nas suas exibições nas esplanadas do Karivera , do Esplanada, do Ferrovia, etc.
Fiquei bastante triste, mas a vida é assim e a nossa velha guarda vai ficando dia a dia mais reduzida.
ALEXANDRE (BARBOSA FONSECA)
Leva contigo um abraço do teu amigo
GIL
************************
O nosso amigo Alexandre Fonseca partiu. Lembro-me bem da amizade que tinha por mim, sobretudo quando exerceu funções de mecânico na oficina do meu pai. Um dia, fez-me um Kart que muitas alegrias me trouxe e aos meus amigos que o conduziam.... Adeus Alexandre... até um dia.
Ruca