Maria Dhramamor

Caro Ruca,
Mais uma vez, parabéns pelo seu Blog, que nos tem feito sentir que o Cubal permanece intensamente nos nossos corações e que a vivência com aqueles que fizeram parte das nossa vidas desperta docemente nas nossas memórias. Vezes sem conta, tenho percorrido as páginas deste Blog em busca da minha infância, pois, poucos foram os anos que vivi nesta terra onde nasci. É que, com cerca de 6 anos de idade, fui viver para o Lobito, onde, após o 25 de Abril, conheci Cubalenses, como por exemplo, o 'Engº Falcão' e a família 'Fontoura'. Voltei ao Cubal mais duas vezes, de férias, para visitar a minha prima 'Alice Freitas' e os meus primos 'Tonecas' e 'Teté', mas resta-me apenas uma vaga lembrança do que foram esses maravilhosos dias. Na verdade, fiquei agradavelmente surpreendida com a mensagem do 'Sérgio Ribas'. Gostaria de contactá-lo, se possível, pois os pais dele são padrinhos do meu irmão Marito, filho da Fernanda e do Mário Oliveira, maquinista dos CFB, poeta, e mais tarde, escritor, com o pseudónimo de Mário Dramamor. Os Ribas costumavam passar as férias no Lobito, em nossa casa. Gostaria também de contactar com pessoas que conheceram o meu avô, Francisco de Oliveira, um comerciante de Santa Comba Dão, que viveu no Cubal até ao seu falecimento, em meados dos anos 60.
Aproveito ainda, para lhe agradecer a divulgação do meu Blog, pois, desde então, tem havido uma maior afluência de visitas. Um forte abraço para si e para todos os Cubalenses.
Maria Dhramamor.

Sem comentários: