Procura-se contacto de cubalense

Ruca boa tarde.
Não sei se te é possível enviar-me o número do móvel do senhor Arnaldo Duarte Nunes, o filho da Dona Piedade, eles foram patrões do meu pai e meus também embora pouco tempo e eu queria ligar para ele para lhe dar um abraço.
Sem mais saúde a todos e bom fim de semana para ti.
Dinis Chaves
Cubal

**************
Alguém consegue dar esta informação ao Dinis Chaves?
Obrigado
Ruca

Notícia triste - Falecimento do Tito Machado

Exposição de Artes de AUGUSTO PESSOA na junta de Freguesia do Feijó, Almada, em Setº/ 2010.













O nosso amigo cubalense Augusto Pessoa vem novamente até nós, partilhando algo que lhe é muito querido. A sua arte foi, desta vez, exposta na Junta de Freguesia do Feijó.
Aqui ficam alguns testemunhos deste belo momento.
Parabéns Augusto Pessoa!
Saudações
Ruca

A. Pessoa

C.V. de Augusto Pessoa

...em Angola
Augusto de Jesus Pessoa, nasceu em Angola, antiga Nova Lisboa, a 31 de Julho de 1941. Começou por desenvolver a sua actividade profissional como desenhador-projectista de construção civil no Cubal-Angola.
...em Portugal
Assistido e acompanhado pela professora Otília Costa (Lita Lisboa) desde 2005, inicialmente na Universidade Sénior de Almada e posteriormente, no seu atelier particular, em pintura a óleo.
Aluno da professora Teresa Oliveira desde 2007 na Universidade Sénior de Almada em expressão de artes.
Associando conhecimentos do desenho profissional, adquiridos enquanto desenhador-projectista de construção civil,com aqueles obtidos através das suas professoras, leituras, visitas a exposições de arte e museus, e outros adquiridos através da sua alargada experiência profissional, tenta passá-los, continuamente, à sua maneira de se exprimir em pintura.
A procura de caminhos, novas técnicas e saberes é uma constante em si.
África tem sido tema abordado, bem como outros...



De mim...um pouquinho.
Pouco, muito pouco.
Não que mais não tenha...
Já que de vida longa
Meu corpo e mente contenha.
Pouco, para, ainda menino,
Já curioso, buscava e rabiscava
Um qualquer canhenho, algum tino...
Daquilo que tanto gostava.
O desenho!

Mas, de que servira o gosto,
Se o importante faltava?
Luta desigual fui travando...
Vencidos obstáculos, barreiras surgidas.
Barreiras vencidas, novos rumos, novos
rugidos.
Ora navegando, ora surfando...

Até que... A pintura!
Finalmente, nova aventura.
Desafios postos, logo vencidos
Com paixão, amor e ternura.
Também com olhos humedecidos.
Sentimentos, por vezes contraditórios,
Entre o prosseguir e o desistir.
Desistir, quando acreditas?
Desistir, quando és capaz?
Não! Nunca!
Isso não se faz!
A.Pessoa

Notícias dos cubalenses e amigos do Cubal -José Varandas F Monteiro

José Varandas Fernandes Monteiro
Vivi na Chimboa da Ganda, e estudei no Cubal. Estive a viver na Casa do Snr. Amândio Gomes Faria "Carimbo", trabalhei no Malongo até Abril de 1964. Em Maio fui para a tropa em Nova Lisboa.
Estive no Cubal em Fevereiro de 2008.
Pertenço à Comissão dos Encontros dos Cubalenses, bem assim como o nosso amigo Amilcar Vinhais. Este encontro acontece sempre no 1º Domingo de Julho no parque do Luso.
Um abraço a todos os Cubalenses.
Varandas Monteiro - Tlm 966 854 487

Comentários da Lourdes Morais

Boa tarde amigo
Saúde para todos. Aqui tudo bem. 
Ruca, parece-me que o pessoal começa a dar notícias. Como sabes, eu todos os dias, vou ao nosso Cubal, para saber dos nossos amigos. Gostei e assino por baixo, o que a nossa amiga Arlete Guerra disse: Se não fosses tu, o que seria de nós? Não era o mesmo. Andávamos sem saber dos nossos amigos. Mas agora a vida de todos os Cubalenses tem um novo sabor, tem mais alegria. Isso porque aquele menino lindo, de sorriso maravilhoso, que eu tive a felicidade de conhecer de pequenino, nos traz estas alegrias. Sem o seu trabalho maravilhoso, onde poderíamos descansar a nossa cabeça, sempre que a vida não nos corre tão bem? Este blog, é como tantas vezes tenho dito ( e peço desculpa por repetir tantas vezes) o nosso porto de abrigo, a luz que ilumina a nossa vida. Muito e muito obrigada Ruca, por tudo de bom que nos dás. Que Deus te abençoe. Gostei saber da Arlete Guerra. Gostava muito de lhe escrever, mas não sei o email dela. Arlete, quando leres este meu email, agradeço que me escrevas. Tenho saudades vossas. Se tiver a sorte da tua resposta, depois vou-te contar algumas coisas. Também gostei de saber do Gi Vilares. Éramos vizinhos. Também o conheço de pequenino. Era um menino maravilhoso, assim como o irmão. Peço a todos os cubalenses, que ajudem o Ruca no trabalho, enviando notícias. Eu acho que as fotos antigas são muito boas e leva-nos ao nosso passado, naquela terra maravilhosa, que se chama CUBAL, mas também gosto das notícias actuais. Todos os Cubalenses: estejam onde estejam deviam enviar notícias, para agrado de todos. Adoro saber de todos, mesmo aqueles que já não vejo há muito, muito tempo. Por isto tudo,adorei o encontro de Mira, pois aí tive oportunidade de ver tantos e tantos amigos. Pena não podermos estar sempre nos encontros. 
Ruca mais uma vez muito obrigada por tudo e nunca deixes de fazer este trabalho maravilhoso. Beijos para todos os cubalenses.
Ruca publica por favor.
Beijos para a Xana e teus pais. Tu meu amigo recebe um grande, grande beijo da amiga 
Lourdes Morais

***********
Lourdes,
Apenas uma palavra: Obrigado!
Beijos e abraços para ti e Morais. 
NB:Vou pedir à Arlete para te escrever

Notícias dos Cubalenses e amigos do Cubal -Cilinha Gonçalves ( Cila )

Olá Ruca,

Sou a Cilinha Gonçalves ( Cila ). Nasci em Nova Lisboa  ( Huambo ) depois fui para o Cubal quando era pequenita e estive lá até aos dez anos, fui para o Luso até aos onze, depois fui para o Cubal novamente e quando vim para Portugal já estava com dezasseis anos. O meu pai era maquinista do CFB, faleceu em Novembro de 2008.

Quero dar-te os parabéns pela óptima ideia de fazeres o blog, porque só assim nós podemos rever as pessoas que nos são tão familiares e queridas, adorei ver as foto dos teus avós, teus tios e os teus pais, naquele tempo. Eu estava na esperança de ver a minha casa nos vídeos, mas não tive sorte, eu morava no mesmo quarteirão dos teus avós,a minha casa era à frente ao lado da Betinha e a dos teus avós era atrás, ao lado da Binda Mata.
Dá beijinhos a todos com muitas saudades.
Beijinhos e até à próxima.
Cilinha Gonçalves ( Cila )

*****
A Cilinha vem até nós com testemunhos. Estou a tratar dos mesmos e publicarei brevemente.
Saudações cubalenses
Ruca

"Efeitos" do nosso blogue

Ruca, boa noite
Estamos todos bem, graças a Deus.
Faço votos para que todos vocês também estejam bem.
Meu filho, que seria de todos nós Cubalenses se um tal de Ruca, não existisse?
Como iríamos saber de nossos amigos, se não existisse um blog criado e mantido por esse menino, que saiu do Cubal tão novinho, mas com uma memória e uma vontade de ajudar, tão grande?
Continuariamos estando hoje vivendo no anonimato sem sabermos uns dos outros como infelizmente aconteceu durante tantos anos.
Ruca, obrigada pelo bem que tu nos fazes, pela alegria que nos trazes que Deus te proteja sempre e que tu continues sendo esse Ruca maravilhoso que és.
(...)
 Um beijão, Dá um grande abraço por nós aos teus pais.
Arlete Guerra 15/10 às 22:09

Ainda sobre o encontro cubalense em Mira (pela Lourdes Morais)

Amigo Ruca
(...)há já muito tempo que não escrevo para o blog, mas hoje tocou-me a saudade e aqui estou a dar notícias. Já deve ser do teu conhecimento, este ano tive a felicidade de ir ao encontro da malta, em Mira. Nem queiras saber como adorei. Ver tanta gente que já não via há tantos, tantos anos, foi maravilhoso.
Recordar tantas coisas boas foi o máximo. Vão umas fotos que o Morais tirou. Tu deves conhecer algumas pessoas. A Celeste e Alice Almeida , o Mota, o Pica e muitos outros. O baile foi o máximo. Dancei até não aguentar mais. Numa palavra: Adorei.
Ruca agradeço que publiques para a todos se animarem e virem também aos encontros, para verem os amigos. Mais uma vez peço a todos os Cubalenses que não deixem de dar notícias. 
Gostei das fotos da Olga Viana.
Beijos para todos os Cubalenses.
(...)
Lourdes Morais
 1
 2
 3
 4
 5
 6
 7
 8
9

Um cubalense por Terras de Camões!

Em Agosto: Eduardo Dinis e Fernando Carona (Tondela)

Eu, a minha mulher e o nosso amigo Eduardo Dinis (Tondela) com a esposa,aquando da sua vinda cá em Agosto deste ano.
Momentos do antigamente tornados no presente.
Um dia muito bem passado que prometemos repetir.
Comentário de Fernando Carona



Em Oliveira do Hospital: Eduardo Dinis e Padre Higino (tb. natural do Cubal)

Na casa do Glorioso

Lugar importante da Catedral

Eusébio e Sport Lisboa e Benfica, SEMPRE!!!!!